​© 2017 - Ieda de Oliveira

  • White Blogger Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

LIVROS / RHAIMISCHIMBILIM: O MISTÉRIO DA FAMÍLIA SALES

Texto: Ieda de Oliveira
Ilustrações: Rogério Borges

Editora: DCL

1ª edição: 2005
ISBN: 9788536800561
Acabamento: Brochura
Páginas: 80

Formato: 14 x 21

Embaixo da casa da família Sales existe um cemitério indígena. Desde que se mudaram para esse novo endereço, Tuca, a filha caçula, tem tido comportamentos estranhos. Às vezes, fica sentada olhando para o infinito, com um sorriso esquisito, transmitindo um ar de nada. Quando fica assim, depois de horas, de repente abre os braços e, sorridente, diz: Rhaimischimbilim. 
Na noite de aniversário de seu irmão, Tuca desaparece misteriosamente... Enquanto a polícia investiga o caso, coisas estranhas começam a acontecer na casa dos Sales. Inesperadamente, no computador que fica no porão da casa aparece a palavra Rhaimischimbilim, a mesma que Tuca costumava dizer, e um grande mistério começa a ser desvendado! 

A primeira palavra que inventei na vida foi com cerca de seis anos. Duas coisas me incomodavam na época: O fato de não termos palavras próprias e o de ter de cantar músicas feitas por outras pessoas. Para mim o normal era criar minhas palavras e principalmente inventar minhas próprias músicas. Foi assim que criei a palavra RHAIMISCHIMBILIM, que era a que abria as portas de meu imaginário onde podia ser tudo em plenitude.

Pois é, ano passado (2011), estava eu no estúdio aguardando a hora de gravar, quando chegou o maestro Ney Marques e começamos a conversar sobre criação e música: Conversa de almas. A certa altura ele disse que esse seria o nome que daria a sua nova composição. Fiquei muito feliz. Depois recebi dele um e-mail que me comoveu bastante. Reproduzo uma parte:

¨Estou escrevendo para falar sobre a música Rhaimischimbilim. Gravamos um especial de TV ontem com nosso grupo e abrimos com ela... o nome do CD vai ser esse também e está fazendo o maior sucesso. Quero te agradecer, pois naquela conversa de corredor saiu a idéia do nome do CD: Rhaimischimbilim .... A música ficou linda! Assim que eu tiver em mãos a mix te mando. Até entrevista já dei falando sobre o nome.... Sempre cito nossa conversa e o sentido para nós. No fundo todos curtem e sentem a magia. Viva nosso Rhaimischimbilim! Está me trazendo muita sorte¨. 

RHAIMISCHIMBILIM, palavra criada pela autora e que tem o sentido de liberdade para sonhar e criar, foi escolhido para dar nome à composição do Maestro João Carlos Martins e dos músicos Ney Marques  e José Antonio de Almeida  e também ao CD  por eles produzido.

Ieda de Oliveira escreveu no encarte do CD, a pedido deles, a história de como inventou essa palavra.