​© 2017 - Ieda de Oliveira

  • White Blogger Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon

LIVROS / O QUE É QUALIDADE EM LITERATURA INFANTIL E JUVENIL? COM A PALAVRA O ESCRITOR

Texto: Ieda de Oliveira

Editora: DCL

1ª edição: 2006
ISBN: 9788573389982
Acabamento: Brochura

Páginas: 198
Formato: 13,5 x 20,5
Obs.: Selo Altamente Recomendável da FNLIJ

A qualidade da literatura infantil e juvenil é o ponto de partida para a reflexão de conceituados autores brasileiros e portugueses que aqui reúnem seus artigos e depoimentos. Dividido em duas partes, o livro traz primeiro os textos que enfocam a qualidade da literatura infantil e juvenil. Na segunda parte, escritores como Lygia Bojunga, Tatiana Belinky, Pedro Bandeira e Bartolomeu Campos de Queiroz, entre outros, respondem à pergunta que dá nome ao livro. Destinada a professores e demais interessados, a obra pretende servir de referência para o aprofundamento do tema em questão.

“Definir o que é qualidade em Literatura Infantil e Juvenil não é tarefa simples. É preciso conhecimento de causa para saber discernir a valor estético de uma obra para crianças e jovens. E quem melhor que escritores conhecidos pela qualidade de suas obras para refletir sobre esse tema, que tantas dúvidas e questionamentos têm gerado entre os professores e estudiosos do assunto?

Foi pensando em contribuir para elucidar essa questão que Ieda de Oliveira, doutora em Letras e escritora, reuniu, pela primeira vez num livro teórico, consagrados escritores da Literatura Infantil e Juvenil Brasileira e Portuguesa. Os artigos e depoimentos desses autores constituem um precioso material de pesquisa e conhecimento para professores, mediadores de leitura e interessados na questão da qualidade em literatura para crianças e jovens.

Participam do livro: Ana Maria Machado, Alice Vieira, Anna Claudia Ramos, Bartolomeu Campos Queirós, Carlos Augusto Nazareth, Celso Sisto, Flávio Carneiro, Gustavo Bernardo, Leo Cunha, Lygia Bojunga, Luiz Antonio Aguiar, Marina Colasanti, Pedro Bandeira, Ricardo Azevedo, Rogério Andrade Barbosa, Rosa Amanda Strausz, Tatiana Belinky, bem como a própria Ieda de Oliveira.”

ARTIGO:

Maria do Carmo S. de Jesus (Portal Educação)